<$BlogRSDUrl$>

sábado, novembro 15, 2003

Scolari... o murcão desterrado! 

Não é tripeiro quem quer... mas quem ama o Porto.
Quem percebe um arrepio quando vislumbra o casario a espreitar o Douro... quem fala e não guarda no peito... quem se orgulha em dizer "biba" e "carago"... quem mergulha na multidão numa noite de S. João... quem ri de si próprio... quem se insurge contra uma discriminação.
Um jumento que não gosta de tripas... é normal. Raro... é ver um jumento a zurrar em brasileiro.
Nunca na vida fui separatista... nunca cantei "Lisboa a arder"... jamais reneguei a capital do meu país, mas não consigo engolir marginalizações, muito menos quando elas envolvem a minha cidade.
Como se diz em bom tripeirês: Óh Murcuom... e se fosses levar na peida?

sexta-feira, novembro 14, 2003

Será magia? 

Peguei na minha bandeja, munido de empadão e sentei-me a uma mesa de oito... a discussão parecia-me deveras interessante... futebol. Um trabalhador a cair para o obeso, já entradote, camuflado atrás do óleo que lhe cobria parte da face, olhava com raiva para a frente, colocando o dedo indicador em riste:
- O Benfica ainda vai ser campeão... escreve o que eu te digo. - inclinei um pouco a cabeça e à sua vanguarda vislumbrei um simpático homem... olhar brilhante, sorriso nos lábios, bochechas rosadas, sem ponta de cabelo... gostei do tipo à primeira.
- Ando a ouvir isso... já lá vão dez anos! - a voz era pausada, quase arrastada e não tinha ponta de sotaque.
- O que é certo é que já ganhamos em duas inaugurações... - o pesado assalariado gritava exaltado. Com este argumento tão bom, pensei: "A polémica acabou... não há mais nada a dizer". O senhor calvo também parecia disposto a isso... soltou uma gargalhada nada forçada. Mas o seu colega não desistiu:
- É preciso ser mesmo triste... o grande acontecimento da vossa inauguração é a presença de um mágico! - bradava, carregando a colher com empadão... sim, a colher... levando-a com ostensiva violência à boca.
- Sabes qual é a magia que ele vai fazer no Domingo? - perguntou-lhe o portista com timidez.
- Qual... qual? - o nosso amigo lampião aguardava a resposta, de sorriso maroto nos lábios e com o escárnio afiado na ponta da língua.
- Vai pôr o Benfica oito pontos atrás do Porto e a ser dirigido por um vendedor de pneus.
Mais nada... até ao final do repasto só ouvi o agradável som dos talheres.

Que Deus ajude o Carlos Raleiras... 

Quando acontece com alguém que conhecemos, mesmo que seja apenas por ouvi-lo na rádio, o nosso sentir é diferente... passamos do... quem anda à chuva molha-se, para o mais humano... que Deus o ajude. O jornalista da TSF foi raptado por melícias Iraquianas e ninguém sabe o seu paradeiro. No mesmo incidente a jornalista da SIC, Maria João Ruela foi ferida numa perna. Só me apetece gritar: Quem é que inventou esta merda?

Tanta integridade já enjoa... 

Ontem, segui com especial atenção a entrevista de Rui Rio à Sic Notícias... entre outros factos interessantes que teve a amabilidade de nos narrar, disse que "ainda não está a pensar candidatar-se ao segundo mandato porque, caso contrário, não tomaria decisões políticas de acordo com a sua consciência."
A mim preocupa-me o "AINDA"... se exterminássemos essa pequena palavra da sua boca... hoje o Sol até brilhava por entre as nuvens.

Resposta do Dr. Rui Rio... 

Com alguma surpresa minha, o edil Portuense respondeu à carta que lhe fiz chegar e que reproduzi neste espaço no dia 5 de Novembro.
"Exmo Senhor Aníbal Letra,
Agradeço o email que me dirigiu e, em relação ao assunto mencionado, cumpre-me esclarecer que, de facto, é uma prioridade da Câmara Municipal do Porto apoiar os mais desfavorecidos. A Câmara Municipal do Porto e o actual executivo não têm nada contra o Coração da Cidade nem contra as pessoas que estão a dirigir o projecto. O Coração da Cidade, à semelhança dos munícipes ou outras instituições, tem o dever de cumprir aquilo que legalmente está previsto.
Renovando os agradecimentos, apresento os meus mais cordiais cumprimentos.
Rui Rio"
Não era bem o que eu esperava ouvir... mas é melhor que nada. Do ministério da Segurança Social... Nicles.

quinta-feira, novembro 13, 2003

A 8ª Maravilha do Mundo... 


Durante os próximos anos... esta vai ser a casa de todos os portistas.
Com ela vamos vibrar... sofrer... bradar... entoar cânticos de glória... discutir... abraçar... chorar... lá dentro, por momentos, vamos esquecer todos os nossos mistérios pessoais...
Seremos muitas vezes campeões, ganharemos no último minuto... perderemos várias jogos sem mácula, destruiremos sonhos de títulos.
O nosso estádio é mais do que a casa de um clube... é o orgulho sentido de dentro do peito... a vaidade de ser tripeiro... a alegria ao dizer... PUERTO.
A nossa casa é linda... soberba... espectacular... fantástica. O meu muito obrigado a todos os que trabalharam e sofreram para levantar este monumento.

Tudo me prende à terra onde me dei! 

Faltam-me as palavras para agradecer ao Duarte, do Ideias e Pensamento...
Ao recomendar este meu modesto espaço, ele compôs um texto fantástico sobre a "nossa" Cidade do Porto... merece uma leitura sentida... bem como todo o blog do Duarte.

quarta-feira, novembro 12, 2003

Putin... seguidor de Lenine? 

Marx, qual Nostradus, previu que... a classe capitalista seria derrotada e suprimida por uma revolução do proletariado que conduziria à implementação de uma sociedade sem classes.
A Rússia é um dos países em que as classes sociais estão restritas aos residuais muito ricos e aos muito pobres que sobrevivem como podem. Com a estranha prisão do multimilionário e patrão da petrolífera Iukos e a apropriação estatal de grande parte do capital da empresa, Vladimir Putin quererá dar inicio ao extermínio do grupo dos muito ricos? É que se for assim as profecias de Marx poderiam ser reformuladas:
A classe capitalista será derrotada e suprimida por uma assalto estatal que conduzirá à implementação de uma sociedade sem classes.
Não errava por muito...

GNR em Nassíria... 

Um dos argumentos usados pelo Governo para enviar a GNR para o Iraque foi literalmente pelos ares... Os responsáveis pelo desterro da centena de agentes, afirmavam que Nassíria... "É uma zona relativamente calma... ocupada pelos Xiitas, povo perseguido e oprimido por Saddam e onde nunca se registaram ataques no pós-guerra."
Ao ser confrontado com o ataque suicida que provocou a morte de pelo menos uma dezena de carabinieris, exactamente na base onde o contigente português vai ficar instalado, só posso pensar que... ou o Governo está enganado, o menos provável, ou... a fama da GNR é tal que estão a tentar impedir a sua presença a todo custo.

Greves... 

Vejo um jovem furioso... ao volante de um modesto BMW X5... desespera com o trânsito, levando continuamente a cabeça ao vidro lateral:
- Uma vergonha... esta merda, é uma vergonha... uma vergonha... - brada ao engatar a primeira velocidade pela enésima vez, ficando meio metro mais perto do destino... ouvindo de forma inconsciente Californication dos Red Hot Chili Peppers.
- Estes gajos da Carris são sempre a mesma merda... a mesma merda! Estive duas semanas a cagar para as aulas, indignado por ter que pagar propinas... quando ganho juízo... estes preguiçosos decidem fazer greve? Vou telefonar ao papá...

terça-feira, novembro 11, 2003

A Micas Coxa 

Não há desgraça que não aconteça à minha cidade... depois dos atrasos no Metro, do périplo inglório da capital da cultura, do cubo da música, das obras no Castelo do Queijo, da eleição do Rui Rio... a Micas acaba de se despenhar à porta da estação de S. Bento.
Com este feito, o Porto pode-se orgulhar de ser a única cidade do mundo que: planeou o Metro com trinta anos de antecedência, tem o único parque automóvel submerso do planeta, dispõe do presidente da câmara mais íntegro do país e é o único município onde uma toneladora teve um acidente... à superfície.
Bibó Porto, Carago!

Reis de Collants e Cuequinha fio dental 

- Deixas-me falar? - quando ouvi a futura rainha de Nuestros hermanos, dirigir-se nestes preparos... em público, a sua excelência D. Filipe de Qualquer Coisa, fiquei acabrunhado... Como é possível? Isto é gravíssimo... ainda vem piorar mais a nossa situação. Na Sexta quando cheguei a casa, a minha mulher nem me deu tempo de pousar a pasta:
- Viste a jornalista a mandar calar o príncipe de Espanha?
Eu sei que o Rei nem é nosso... mas por amor de Deus: Se uma jornalistazeca fala daquela forma ao futuro soberano de uma nação, as mulheres vão-se achar no direito de... sei lá... desancar nos seus maridos... é inconcebível.
Não sei onde isto vai parar: O D. Duarte é o que se sabe... Isabelinha para aqui, Isabelinha para acolá... gosto tanto da minha Isabelinha... enfim, não é um bom exemplo. O Carlos de Inglaterra depois de ter dado muita corda à Diana, permitindo-lhe relações extraconjugais, vai casar com uma fêmea que dá autoridade às mulheres que não nasceram com o soberbo dom da beleza exterior, de sonhar com voos mais altos. No Mónaco... é uma permuta de machos constante. Marcha quase tudo... canalizadores, lixeiros, palhaços, trapezistas, guarda-costas... menos homens bem formados, sérios, inteligentes, etc, etc, etc... vocês sabem.
Está tudo invertido...
Antigamente, um homem desejava... uma gaja boa, que fizesse um assadinho de comer e chorar por mais, não soubesse dizer coisa com coisa e lhe concedesse uma família numerosa. Hoje, queremos... uma miúda simpática, inteligente, profissional, companheira, etc, etc.
Outrora, uma mulher ambicionava... um homem. Nos tempos que correm já estão mais esquisitas... tem que ser um gajo bom na cama, carinhoso, sensível, saiba cozinhar, tirar nódoas, coser botões e arrumar a casa.
Tudo por culpa dos maus exemplos...

segunda-feira, novembro 10, 2003

Porque é que não gostam do homem? 

- Só posso deduzir que neste País basta alguém vestir-se com uma camisa lavada para nos terem um ódio horrível. (by Zé Pink Castle, à saída da clausura).
Ó Pink, não é da camisa... és mesmo tu. Sabes que aqui em Portugal, o ordenado mínimo é menor que o preço que pagaste pela camisa...
Não há problema nenhum em ser rico, aliás, o nosso país precisa de gente rica, capitalistas que invistam dinheiro na nossa depauperada economia... o que nós, Zé Povinho, não necessitamos é que venham para aqui com a mania das grandezas, exibindo-nos uma riqueza ostensiva para a maioria das pessoas.
Eu sei que te reges por aquele ditado: Antes rico e saudável que pobre e doente. Eu prefiro outro: Antes pobre e honrado que rico apaneleirado.
Somos os últimos da União Europeia, estamos atrás de toda a gente qualquer que seja o assunto... deixa-nos, pelo menos, esquecer que és português.

Isto é serviço público! 

Um jornal, pela boca foleira dos Braga Gonçalves, expôs a aventura do Zé Pink Castle nos calabouços da PJ. Contam eles que nunca tiveram uma noite tão divertida como a de quinta-feira: a paródia começou quando ao expor a sua intimidade, Pink Castle se apresentou dotado de collants de lycra e cuequinha fio dental... o facto de ficar enclausurado na cela perturbou e de que maneira o negociante em arte... não parava de gritar que sofria de afrontamentos e claustrofobia. Perante o desprezo dos guardas clamava:
- "Eu sou um senhor, casado com uma dama multimilionária e conhecido em todo o mundo. É por causa desta inveja que eu detesto este País, quero voltar para Nova Iorque" - Ai se eu tivesse uma lâmpada mágica... já lá estavas. Perante a gritaria e o enorme circo que se instalou naquela ala do recinto, decidiram abrir a porta ao homem, colocando um guarda de vigia. De manhã e olhando-se pela primeira vez ao espelho sem analgésicos, teve uma nova crise: Queria, porque queria, gel e uma fita para o cabelo:
- "Eu sou um lorde, um senhor, vocês são uns invejosos, não posso ir assim ao juiz".
Realmente, seria preciso uma paciência e um controlo emocional sobre-humano para manter o indivíduo em cativeiro... já estou a imaginar o que lhe terá dito o juiz:
- Foda-se... põe-te no caralho!

Adopção... 

Existem milhares de pais de braços abertos... quantas crianças anseiam por um xi sentido?
Há tantos miúdos a precisar de um regaço fogoso... quantos homens e mulheres sofrem por não terem a quem dispensar um carinho, uma educação?
O que falta para juntarmos estes quadros obviamente complementares?
Talvez um grupo de políticos ter a coragem de iniciar a destruição do nosso muro da vergonha... o extermínio dos tentáculos burocráticos que amarram o futuro de crianças e potenciais pais. Quantos miúdos da Casa Pia poderiam ter sido poupadas ao sofrimento e à humilhação... se o estado lhes tivesse proporcionado um lar, no verdadeiro e único significado da palavra?
Será que... se o destino do Bibi fosse uma família carinhosa que lhe proporcionasse uma educação carregada de valores nobres... fruto da facção dita feliz da sociedade... ele faria o que fez ou se supõe que tenha feito? Nunca vamos saber!
Desculpem-me estes devaneios...

domingo, novembro 09, 2003

Injustiça... 

Obrigado ao João Figueiredo que me escarrapachou um assunto deveras interessante e que já me passava ao largo: A nova águia do Benfica... foi apreendida.
Eu gosto muito de animais, mas como já disse: pássaros não são o meu forte... as penas, o bico e aquelas patas fazem-me uma Impressão do Caraças (IDC).
Não vou fazer analogias ao processo do Vale e Azevedo... até porque tenho a certeza que o bicho está inocente: Fontes deste blog, disseram-me que a águia encontrava-se naquele estado lastimável porque esteve uma hora à conversa, olhos nos olhos, com o Vilarinho... depois cometeu o erro de conduzir, mas quem não o faria, tendo plena consciência que não tinha emborcado nada? Enfim... não há bicho que entre naquela casa que não leve um processo judicial em cima... o Filipe Vieira só precisou de três horas como presidente...
Uma coisa posso garantir: Por mais voltas e reviravoltas que façam... nunca vão conseguir enjaular o nosso Dragão.

Nervos ao Domingo 

Ontem enquanto me debruçava sobre Crime e Castigo do Dostoiévski... o meu telefone produziu o desprezível e costumeiro ruído:
- Aníbal? - a voz da autoridade, o meu sogro.
- Oh, como esta Sr. FA... está tudo bem? - procuro sempre ser simpático, apesar de todos que me conhecem saberem que o não sou...
- Tudo mais ou menos.. - Olá... a coisa não parecia estar famosa para os meus lados...
- A minha filha disse-me ontem que não vai à festa de inauguração? - O tom de voz trazia mistério e inquirição...
- Sabe... quer dizer... como é que eu hei-de dizer... - Todos já passamos por momentos em que o nosso imenso aparelho imaginativo não está abonado com o dom da inocuidade!
- É uma ocasião única, fantástica... blá blá blá... inauguração... blá blá blá... azulejo personalizado... blá blá blá... blá blá blá... - Não ouvi quase nada do que me disse, meditava que dar tanto dinheiro por um bilhete era estupidez... mas acho que só precisava de uma boa desculpa interior para o fazer: O meu sogro obrigou-me! Soava bem e a minha consciência financeira arreou-se...
- Amanhã... às dez em sua casa!
Hoje lá comprei o bilhete, mas a caixa com que fui presenteado para guardar religiosamente o azulejo de fundador... foi destruída no momento em que entrei em casa: Era tão bonita! O mais novo queria, o mais velho desejava... ora puxava um... ora esticava outro... gritos de um lado... gemidos de outro... peguei naquela merda... foda-se, não fica para ninguém. Num acesso de insanidade mental, perante o olhar piedoso dos meus filhos, exterminei, com as mãos que Deus me deu, a caixa que me custou 70 Euros...
Domingo, santo Domingo.

This page is powered by Blogger. Isn't yours? Weblog Commenting by HaloScan.com