<$BlogRSDUrl$>

sexta-feira, novembro 21, 2003

Árabes no Star Trek? 

Mohamed Al Duri, Embaixador do Iraque na ONU tinha acabado o inflamado discurso e caminhava para o seu gabinete quando encontra o presidente Bush. Apertaram as mãos e enquanto caminhavam, disse o Iraquiano:
- Sabe, há uma pergunta que me inquieta faz muitos anos...
- Se eu tiver know-how para o elucidar. - disse Bush amavelmente.
- O meu filho vê o Star Trek... lá existem russos, negros, asiáticos, mas nunca árabes. Ele ficou muito preocupado… não entende porque é que nunca existem árabes no Star Trek.
George Bush riu-se, inclinou-se para o Iraquiano, e respondeu-lhe:
- Isso é porque o Star Trek é passado no futuro!...

Terrorismo de informação 

A onda histérica de comentadores indignados com as manifestações anti-Bush no Reino Unido... deixa-me perplexo. O Luis Delgado, um daqueles ilustres intelectuais que afirmava com toda a certeza do mundo que a guerra no Iraque seria limpa e rápida, apelida de covardes os manifestantes, explicitando que o pensamento deles é: "Antes terrorista do que morto".
Nunca na vida poderei defender assassinos mas o que está em causa não é a luta contra o terrorismo... mas a forma de o combater.
A apologia de Bush do Bem contra o Mal... é aos olhos dos árabes, não apenas os radicais, uma defesa dos valores ocidentais contra os valores do Islão. O ataque económico, não me venham com tangas, ao Iraque, foi um rastilho que permitiu multiplicar por N o número de partidários da Jihad. O adiamento 'Sine Die' de um país chamado Palestina, é sob o ponto de vista muçulmano uma injustiça, criando mártires atrás de mártires.
Já não sei quem me dizia: A maior força que temos é a capacidade de pensar. Usem o caco... não apenas como ocidentais... como árabes e se conseguirem... como terroristas!

quinta-feira, novembro 20, 2003

Pássaros do Sul, bando de asas soltas... 

... trazem melodias... para cantar às moças, em noites de romaria!
Um bando de pássaros, não... não é tanga... levou à evacuação da Casa Branca por motivos de segurança.
Parafraseando o meu amigo Asterix, rodopiando o indicador ao lado da cabeça:
- Estes Americanos são loucos... loucos.

Terrorismo... 

Segundo os crânios norte-americanos, o objectivo é criar no Iraque um modelo de sociedade que instigue os outros países da região a seguir o exemplo.
Ao contrário do que tenho ouvido por aí... para já, os americanos estão a ser bem sucedidos: Tal como no Iraque... os atentados vão-se multiplicando um pouco por toda a parte.

Notícias... 

Resolvi fazer um apanhado das notícias de hoje:
"IRS desce até 2006! (Nela Ferreira Leite)" - com este choque fiscal... vamos ficar todos queimadinhos!
"Michael Jackson acusado de violação Sexual de menores." - Não estou a ver qual é a novidade!
"Casa Branca evacuada!" - É como em Portugal: Patrão fora... dia santo na loja.
"Scotland Yard está a ponderar aplicar o artigo 44 da lei anti-terrorista, que autoriza a detenção de qualquer pessoa considerada suspeita." - Estejam atentos... o Bush anda por aí!
"Automóvel começa a ser a teta dos governos com pouco imaginação (DECO)" - Tal como o Défice 3% é a desculpa de políticos com falta de tomates!

Medo... muito medo! 

Antes de mais... obrigado pela vossa preocupação. Ainda não estou muito bem... passei a noite a arder em febre!
Hoje de manhã e para tirar dúvidas em relação à temperatura do corpo, dirigi-me à recepcionista da minha empresa. Mulher dos seus trinta e muitos, voz timbrada e de volume máximo... metro e noventa... cada braço equivale a uma perna das minhas. Deus não lhe concedeu o supremo dom da beleza... mas isso nunca foi o mais importante. Faz-me lembrar uma daquelas Alemãs corpulentas das SS... O UA costuma dizer da simpática senhora:
- Se apanhar um gajo a jeito... torce-o todo!
Fui falar com ela:
- Bom dia! Será que no consultório há algum termómetro para eu medir a febre? - Passei a destra pela testa... dava mais ênfase ao meu estado.
- Está doentinho? - perguntou, cheia de ternura.
- Pois... - as palavras de UA vieram-me à lembrança - é só uma constipação! - Já estava arrependido de ter levado a mão à fronte.
- Eu sou enfermeira! Tire a roupa, deite-se na marquesa... eu já vou tratar de si! - Gelei... em mais uma das minhas míticas paragens cerebrais, convenci-me que a mulher era mesmo enfermeira!
- ... - Com o coração aos saltos, não consegui articular nem um mísero monossílabo! Felizmente ela estava brincar, mas ainda não saí do estado de choque.

quarta-feira, novembro 19, 2003

As primeiras imagens da festa... 

  
 

Estas ainda não são as minhas fotografias... mas de certeza que estão muito melhores!
Obrigado UR!
Cliquem... para vê-las num tamanho porreiro!

Eles partem tudo... 

Já não bastava o mau estado dos rins e do orgulho Gaulês... os jovens portugueses encarregaram-se de vandalizar e destruir o balneário que serviu de palco para a festa.
Gilberto Madaíl, indignado, falou a este blog:
- É incrível... recebemos um fax da PSP que diz o seguinte: "Estão proibidos de parar em qualquer estação de serviço!"

Merda de gripe! 

Detesto estar doente... com gripe! Para agravar a situação... estou a trabalhar e em Lisboa... longe dos mimos que mereceria! O meu colega UA, também desterrado, tem sido bastante atencioso. Ainda hoje de manhã me alertou:
- Estou fodido contigo! Se não arrebitas... levas um biqueiro no cu que nem te lembras da gripe!
O meu chefe também se desfez em cuidados... logo que me viu neste aspecto miserável, perguntou:
- Bom dia, Aníbal... essa merda fica pronta hoje, não fica? O que se passa... não tomaste banho? - Tentei esclarecê-lo:
- Não me estou a sentir muito bem... passei mal a noite... estou com um pouco de febre... - Disse, levando a mão ao nariz que ameaçava pingar...
- Ah! Não há problema... - com a compreensão estampada na face, colocou-me as mãos no ombro e acrescentou: - Logo que essa merda fique pronta hoje!

terça-feira, novembro 18, 2003

Personalidade do Ano 

Canal Vivir... estúdio repleto... duas cadeiras, uma câmara... os candidatos ao título de personalidade do ano sentados nos devidos lugares. Zé Pink Castle adornara-se com um requintado fato Armani... branco, adereços dourados nos punhos e na gola, camisa rosada de renda... bem instalado de perninha fechada à direita do telespectador enquanto ouvia os últimos conselhos da Betinha.
Fernando envergava roupa larga... a imitar o sujo e negligê, cabelo desalinhado... ao melhor estilo moderno, olhava para a embevecida mas desligada câmara sem pestanejar.
Uma voz off anunciou que o primeiro a falar, seria o nortenho. O homem não se mexeu... fixou a câmara como se disso dependesse a própria vida. Passados cinco minutos de indolência... sorriu. A voz vinda sabe-se lá de onde, comunicou que chegara a vez do Zé... a câmara mudou de objectivo e fitou Pink Castle... não parecia disposto a perder tempo:
- Eu sou um lorde... a minha mulher é... - Enquanto argumentava, o adversário aproximou-se pela retaguarda e colocou a cabeça no seu ilustre ombro... vigiava a objectiva como se não houvesse amanhã. O desenhador de jóias mostrou-se um pouco incomodado mas prosseguiu tentando afastar o intruso com o braço:
- Sou um senhor... vivo em Nova Iorque e... - Sem desviar os olhos da máquina nem cedendo aos empurrões, Fernando voltou a abrir o sorriso... e que sorriso! Abriu a bocarra de tal forma que babou o colarinho do adversário... Pink Castle, furioso, limpava com asco o húmido pescoço...
- Muita gente me odeia e têm inveja de mim... eu sou... - O tripeiro, numa experiência arriscada... presenteou o competidor com uma multiplicidade de beijos na distinta face.
- Não está a ver que está a ser mal educado? Estou a ficar com a roupa toda conspurcada... tirou-me a base toda da cara... você não me conhece? - Pink Castle fitava Fernando, mas este só tinhas olhos para a luzinha vermelha e esgueirava-se com a cabeça numa tentativa desesperada de manter contacto visual com a câmara.
- Nunca fui tão ultrajado em toda a minha vida... existem montões de amigas minhas quase tão finas quanto eu para nomear e tenho que esgrimir argumentos com um bronco? Como é possível? Como é que este energúmeno pode chegar a personalidade do ano? - Fernando não demorou muito a gritar:
- O meu pai é o Pinto da Costa!
Conta bancária para ajudar o Fernando

Birra de Vedetas... 

O Figo veio dizer que "assim, mais valia que o Europeu fosse noutro país"! Está certo... por essa ordem de ideias... "assim, eu preferia que Portugal tivesse outra selecção"!
Concordo que assobiar a equipa aos cinco minutos de um jogo é uma estupidez. Mas em casa... levar três secos da Espanha... empatar com o Paraguai ... ganhar, com o credo na boca, à Albânia, essa grande potência do velho Continente... e por fim empatar com a Grécia, reduzida a dez elementos no início do jogo... não será um registo digno de grandes selecções como Malta, Luxemburgo ou Lichtenstein?
Será que não é ridículo convidar os rapazes do Kuweit para um jogo de preparação para o Europeu de futebol? Ouvi dizer que na equipa inicial estarão três Marines...
Deixem-se de tangas e joguem à bola... o público, goste ou não do seleccionador, estará sempre com a NOSSA Selecção... se vir honra, esforço e dedicação da vossa parte!

O país da Virgem Maria e de Nosso Senhor! 

"Somos um povo bastante crente..."
Arre! Tanta fé... tira-me do sério! Os jornalistas portugueses entram no pacífico Iraque, armados de jipes topo de gama, desprovidos de escolta militar... porquê? - Têm Deus para os proteger!
Temos um índice parvo de acidentes de trabalho... porquê? - Vai tudo correr bem!
Deixamos os doentes a agonizar nas filas de espera e arreamos os mendigos aos nossos pés... porquê? - Deus olha por todos eles!
Ninguém pensa que pode ser a próxima vítima de um acidente de viação ou de uma doença medonha... porquê? - Sou boa pessoa e Deus não me deixará sofrer!
Somos donos das honras mais estúpidas da União Europeia: Maior índice de acidentes domésticos com crianças e maior número de bêbados com um volante nas mãos... porquê? - Ao menino e ao borracho põe Deus a mão por baixo!
Eu não sou ateu... mas porra... teremos que estar sempre a pedir colinho ao Papá? Não conseguiremos crescer?

segunda-feira, novembro 17, 2003

Paz na estrada... 

O que mais me irrita no nosso registo negro de acidentes de viação é o facto de ninguém ser responsável por nada. Algumas pessoas dizem que o problema é da qualidade das estradas... outras que é dos bêbados... outros ainda que é dos aceleras... há uns que inclusive, dizem que a principal causa da sinistralidade rodoviária são os velhinhos de 70 anos. Eu próprio, tenho uma teoria que atribui fortes responsabilidades, aos animais selvagens que cometem suicídio nos nossos pára-choques...
Será que esta forma de pensar não é o problema? Será que se deixássemos de ver os outros como causadores, interiorizássemos que cada um de nós faz parte desse problema e tem que contribuir para a solução, não poderíamos atenuar este calvário?
Eu tenho duas personalidades ao volante: sozinho... e com a família. Quando vou só eu, não raras vezes me excedo, inconscientemente. Mas quando levo os meus filhos no banco de trás... o meu inconsciente não arrebita cachimbo. Porquê é que eu hei-de ter uma atitude diferente sem a minha família? Ainda não tenho resposta... ando a treinar.
Paz na estrada!

Última hora... 

George bush prepara-se para dar uma entrevista exclusiva ao Tal&Qual... Depois das declarações ao sensasionalista The Sun, fontes deste Blog garantiram-nos que o prestigiado jornal português adiantou-se à revista Telenovelas e ao Moralista.
Se me dessem oportunidade, gostava de fazer uma simples pergunta ao Texano:
- What’s the feeling: To cheat millions of people... to fuck billions of dollars... to murder thousands of innocents?

Únicos... 

Estreei o novo palco de sonhos... que sonho de palco!
O espectáculo foi fantástico... com dois grandes intervalos de 45 minutos! Mas não fui lá para ver a bola... eu queria encher o meu ego tripeiro... interiorizar que a Capital da Cultura, a Casa da Música e as trapalhadas do Metro foram... excepções.
Não me incomodavam as chacotas invejosas... preocupava-me o nosso conformismo... inquietava-me que uma mentira repetida tantas vezes se pudesse transformar em verdade.
Fiquei orgulhoso, continuamos... hospitaleiros, empreendedores... genuínos: TRIPEIROS.
P.S. Deixem-me fazer uma crítica ao Pinto da Costa: O grande capitão Fernando Gomes não mereceria uma camisola no passeio da fama? Acho lamentável.

This page is powered by Blogger. Isn't yours? Weblog Commenting by HaloScan.com