<$BlogRSDUrl$>

sexta-feira, dezembro 05, 2003

Aborto... 

Telmo Correia (PP) e Teixeira Lopes (BE) envolveram-se numa discussão sobre o aborto... chegando Teixeira Lopes ao ponto de acusar o PP de partido de extrema direita.
A questão do aborto é tão complexa e tão pessoal que na minha opinião é desumano estar a proibir tal coisa.
Eu sou pela vida... sou ideologicamente contra o aborto. Mas... também sou pela liberdade de consciência... e lá porque sou contra o aborto não posso proibir alguém de o fazer com as condições de higiene e segurança necessárias, sabendo que mesmo proibido ele é feito de forma ilegal, pondo em risco a vida das mulheres.
Quando digo isto... costumam-me dizer:
- Então por ti... assassinar uma pessoa, depende da liberdade de consciência de cada um e por isso devia ser permitido... logo que assistido e em condições de higiene.
Não é bem a mesma coisa... pensando um pouco chegamos sempre a essa conclusão. Acho uma estupidez estar a basear a questão do aborto no: é feto... ou não é feto! Acho que isso é menos importante... há situações em que a decisão do aborto pode ser leviana e mesmo criticável, mas a maior parte dos casos são situações terríveis de miséria pessoal e intelectual que é impensável alguém levantar o dedo para apontar seja o que for... especialmente quem sempre teve tudo.

Mulheres vs Computadores 

Nunca achei muita graça... às piadas que se contam dos informáticos. Querem fazer passar a mensagem que nós ligamos mais aos computadores do que às mulheres... não é verdade pura! Se as mulheres tivessem um botão Power Off... tudo seria diferente.
Agora a sério... o que se passou ontem à noite, levou-me a repensar a razão dessas piadas:
Estava a jantar com um grupo de colegas... quando ZG, o mais expansivo e libertino de todos nós, começa a desvendar a ZE a sua aventura nocturna. Eu não sou cusco... mas a história pareceu-me interessante:
- ... e a miúda alinhou... fomos tomar um copo para minha casa. - contava ZG... baixinho, tentando não ser demasiado indiscreto.
- e depois? - ZE parecia entusiasmado.
- Depois... olha... não chegamos a tomar copo nenhum... - ZG pegou na caneca de cerveja e molhou os lábios, atirando um olhar sedutor à empregada de mesa que recolhia os pratos.
- Ai sim? Porquê? - ZE tentava em desespero que ZG revelasse mais alguns pormenores. Acho que era exactamente isso que ele queria... revelar-se.
- Porquê? Peguei na gaja e sentei-a logo em cima da mesa... quase em cima do portátil e... - o interesse da história fica por aqui... ZE teve uma súbita paragem hormonal e passou a funcionar com bits e bytes:
- Quando é que compraste o portátil?
Escusado será dizer que a mesa de dez pessoas... oito das quais, à primeira vista não estariam a cuscar a aventura... cagaram-se a rir.

quinta-feira, dezembro 04, 2003

Incredulidade... 

Quando o Porto ganhou da forma como ganhou na Luz e em Alvalade... expôs numa tela virgem quem é a melhor equipa portuguesa e que a superioridade é de tal dimensão que ninguém de bom senso a pode pôr em causa.
O que me desgosta... é ouvir o treinador adjunto da melhor equipa portuguesa, falar da forma como falou da arbitragem de outra equipa... seja ela qual for. Para quê? Não somos os melhores? Para quê entrar nestas guerrilhas típicas de equipas que não conseguem ser superiores dentro do campo?
Eu não vi o jogo Benfica-Rio Ave... nem me interessava vê-lo! A indiferença já não é bastante?
Vamos a ter juízo...

Homens com gripe - Lobo Antunes 

Para dar força ao UR... doentinho em casa com uma arreliadora amigdalite:

"Pachos na testa, terço na mão,
uma botija, chá de limão
Zaragatoas, vinho com mel,
três aspirinas, creme na pele
Grito de medo, chama a mulher :
Ai Lurdes Lurdes que vou morrer !
Mede-me a febre, vê-me a goela,
cala os miúdos, fecha a janela.
Nao quero canja, nem a salada,
Ai Lurdes, Lurdes, não vales nada !
Se tu sonhasses como me sinto,
já vejo a morte nunca te minto.
Já vejo o inferno, chamas, diabos,
anjos estranhos, cornos e rabos
Vejo demónios nas suas danças
tigres sem listras, bodes sem tranças
Choros de coruja, risos de grilo
Ai Lurdes, Lurdes fica comigo
Não é o pingo de uma torneira,
Põe-me a Santinha na cabeceira
Compõe-me a colcha, fala ao prior,
pousa o Jesus no cobertor.
Chama o Doutor, passa a chamada,
Ai Lurdes, Lurdes nem dás por nada !
Faz-me tisanas e pão de ló,
não te levantes que fico só
Aqui sozinho a apodrecer,
Ai Lurdes, Lurdes que vou morrer !"

O tamanho conta... 

No nosso sistema informático foi definido que as passwords de acesso tinham que ter no mínimo seis caracteres. A minha colega TP... foi chamada por um utilizador para lhe configurar o acesso ao sistema. Chegada lá... o senhor atirou-lhe um penetrante e devorador olhar, típico dos machos mais latinos...
- Boa tarde! - disse ela com educação.
- Agora sim... é uma boa tarde! - O seu modo "El D. Juan", começou a inibir a miúda. Tomando-se dona do teclado, optou por ignorar o assédio.
- Bom... em primeiro lugar, tem que decidir qual a password que deseja... - Disse-lhe, sem o olhar directamente.
- É fácil... quero: pénis! - TP ficou como uma melancia aberta ao meio... sem discutir a opção do homem, digitou a palavra-passe... mas o sistema devolveu a obrigatória mensagem de erro:
- Palavra-passe rejeitada! Não tem tamanho mínimo!
A minha colega teve que sair a correr... para não se rir à frente do envergonhado utilizador.

quarta-feira, dezembro 03, 2003

Bloqueio às horas extraordinárias 

O senhor Silva é o porteiro da empresa... gente boa. Foi durante o seu turno que, já terça-feira, saí do trabalho às sete da manhã. Bastante ensonado... atirou-me um olhar fulminante e recriminador... avisou-me:
- Isso ainda lhe vai fazer mal à saúde.
Ontem, por volta da oito da noite, enquanto resolvia os problemas do costume, o senhor Silva recebeu uma chamada:
- Empresa X... boa tarde.
- Boa tarde! Podia-me passar ao Aníbal Letra! - O meu colega SV, precisava que eu fizesse uma determinada tarefa.
- Peço desculpa... mas ele já saiu! Não sabe ligar mais cedo? O horário de saída é às 18. - Pim... desligou o telefone. SV insistiu:
- Empresa X... boa tarde.
- Desculpe lá... mas eu sei que ele ainda está aí... não me pode li...?
- Ligasse mais cedo! - Pim... a chamada caiu outra vez. A solução foi fazer vibrar o meu telemóvel... SV estava capaz de matar o senhor.
Obrigado Sr. Silva... hoje prometo que saio cedo.

Vamos lá cambada... 

Espanha, Rússia, Grécia... contra Portugal!
Todos eles, nós incluídos... grandes impérios de outros tempos.
Filipe II, Dinastia Romanov, Alexandre o Grande... contra... Luis FIlipe Scolari.
Isto promete...

terça-feira, dezembro 02, 2003

Quem me mandou a mim... 

Um fim-de-semana a trabalhar... é uma chatice.
Um fim-de-semana a trabalhar em Lisboa... é uma merda.

This page is powered by Blogger. Isn't yours? Weblog Commenting by HaloScan.com